FORMAÇÃO DOCENTE

Um novo olhar sobre as práticas pedagógicas (Volume 3)

MARIA DE LOURDES PESSOA ALVES (Org.)

O presente trabalho foi produzido a partir do viés de que a educação é a mola propulsora do desenvolvimento, da melhoria da qualidade de vida, a ferramenta que instrumentaliza os sujeitos para a vida em sociedade, e direito de todos independente das diferenças. Porém, não há como afirmar a educação como direito de todos enquanto não se tem um único padrão de qualidade e a escola segue formando analfabetos funcionais.

Para discutir o direito à educação institucionalizada, faz-se necessário entender que para usufruir deste direito é imprescindível que o sujeito tenha acesso à educação formal, entretanto, o simples fato de frequentar a escola ou assistir aulas não significa dizer que o direito à educação está efetivado. A partir deste prisma, percebe-se que há problemáticas a serem discutidas, questões para serem esclarecidas e problemas para se resolver, e isto implica pensar: que escola se faz necessária para a sociedade contemporânea.

Esta obra reúne textos que abordam questões pertinentes à escola como espaço coletivo onde os sujeitos aprendem e produzem conhecimentos. A educação para todos é um dos temas mais discutidos na sociedade contemporânea, mas este trabalho provoca uma reflexão acerca da educação como direito de todos, a partir dos paradigmas educacionais e da forma como a educação tem sido estruturada e desenvolvida.

A comunidade escolar e todos os segmentos da sociedade precisam discutir as questões que dizem respeito ao desenvolvimento dos processos de ensino e aprendizagem e estruturação das escolas, entendendo que o papel da educação não se limita a simplesmente ensinar a ler e escrever, educar é instrumentalizar o sujeito para ocupar o seu lugar na sociedade de forma plena e consciente. Cabe à escola a responsabilidade de se alto avaliar, formular estratégias de ensino e desenvolver um projeto de ensino e aprendizagem pautado na ética e no respeito às diferenças por meio de práticas pedagógicas humanizadoras. 

Esta coletânea é resultado do trabalho de um grupo de pesquisadores que têm estudado a escola como instituição responsável pela formação omnilateral dos sujeitos sociais, logo inclui estudos acerca do processo de alfabetização e letramento como direito de todos, dentre outros temas relacionados aos papéis da escola, sob a concepção de que a educação não é neutra e os professores precisam agir como intelectuais transformadores conscientes de que suas práticas se refletem nos modos de ser e agir dos educandos e consequentemente de toda a sociedade.

Diante dos problemas enfrentados pela sociedade atual e a qualidade da educação desenvolvida nas escolas públicas do Brasil, a escola é convocada a repensar o seu papel e os professores a refletirem sobre as suas práticas, portanto, o objetivo da presente obra é fomentar esta reflexão e contribuir com a formulação de estratégias de ensino que possibilitem o desenvolvimento de práticas pedagógicas capazes de promover a formação de cidadãos plenos, além de servir como referencial teórico a quem possa interessar.

Conforme os estudo os textos da presente obra, constata-se que a escola frente a formação plena dos educandos, ainda é dicotômica, nesse interim, a escola precisa rever os seus papéis sociopolíticos, logo pressupõe-se que a escola e os professores precisam assumir um compromisso no sentido de efetivar a educação como ferramenta de formação de cidadãos plenos e instrumento que possibilite as transformações sociais que se fizerem necessárias para a promoção do bem comum.

​ISBN: 978-85-52962-99-1

Nº de pág.: 232

 

CAPÍTULO 1

CONTOS E JOGOS: PRÁTICA EDUCATIVA PARA DESENVOLVER UM MUNDO DE LEITORES

Cláudio Cardoso de Melo

Inaldevania de Melo Silva

 

CAPÍTULO 2

A IMPORTÂNCIA DA INCLUSÃO DE DEFCIENTES FÍSICOS NA ESCOLA REGULAR

Teresa Cristina Alves

Gilvaneide de Barros Silva

 

CAPÍTULO 3

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NOS PROCESSOS DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO NO ENSINO FUNDAMENTAL I NA ESCOLA ESTANISLAU DA SILVA - MARAGOGI-AL

Eluzai Cardoso da Silva

Maria Nazaré dos Santos

 

CAPÍTULO 4

BREVE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL: CONTRIBUTOS E REFLEXÃO92

Simone Pinto Rocha

Dayane Deyse Gonçalo dos Santos

CAPÍTULO 5

PRÁTICA DE LEITURA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA

Eliane Maria Marques Pereira

Rosa Maria Mascena Cordeiro

 

CAPÍTULO 6

A FUNÇÃO DOCENTE NO CENÁRIO DA EDUCAÇÃO  E AS BASES  DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM

Davi Querino da Silva

Antônio Isildo da Silva

           

CAPÍTULO 7

A FORMAÇÃO DO PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO: A FORMAÇÃO DO EDUCADOR EM QUESTÃO

Ivânia Costa de Araújo

Maria do Socorro de Lima Araújo

 

CAPÍTULO 8

UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS TECNOLÓGICOS COMO MEIO DE MOTIVAÇÃO DO ESTUDANTE PARA O CONHECIMENTO

Justina Pacheco de Vasconcelos

 

CAPÍTULO 9

A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE SOCIOLOGICA NO COTIDIANO ESCOLAR

Maria José Severo de Araújo

Silvania Cláudio da Silva Freitas

 

CAPÍTULO 10

ADMNISTRAÇÃO ESCOLAR: A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DEMOCRÁTICA NESTE PROCESSO ADMINISTRATIVO

Cícera Cristina Barros de Oliveira Melo

 

CAPÍTULO 11

ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO NA

EDUCAÇÃO INFANTIL 

Nelida Mota de Lima Sousa

Maria Flora Melo do Nascimento Silva

EDITORA PHILLOS | CNPJ: 29.282.901/0001-03 
AV. SANTA MARIA,  PARQUE OESTE, 601. GOIÂNIA- GO. CEP. 74.486-450
www.editoraphillos.com.br | editoraphillos@gmail.com 
©2017 por Editora Phillos. - Todos os direitos reservados.