A CIÊNCIA NA ERA DA TÉCNICA: Entre o pensamento filosófico e o humanismo

JOSÉ LUCAS DE OMENA LANA LISIÊR PALMEIRA

Desde os períodos mais remotos da história da humanidade vê-se um olhar atento para o céu. Nos primórdios de uma região bucólica da Grécia, na província de Mileto, situada na Jônia, um agricultor ao observar às estrelas, mudou radicalmente a história do pensamento. Longe das elucidativas sínteses filosóficas de Atenas, foi nesse cenário de simplicidade que esse agricultor chamado Tales, deu início ao “logos” filosófico. Podemos afirmar categoricamente que todo pensamento Ocidental é de fato uma “Filosofia do céu”, e assim foi o que aconteceu na Jônia, um processo que nos levou a questionar o valor da cosmogonia em detrimento de uma cosmologia racional, livre dos vícios mitológicos e profundamente ligada ao mundo natural. Abriu-se na visão naturalista do pensamento pré-socrático os horizontes do pensamento racional e, consequentemente, o início da aventura teórica que nos levaria mais de um milênio depois a vislumbrarmos o surgimento da ciência moderna. Sem dúvida, o método científico é uma “mensagem das estrelas”. Essa mensagem foi perseguida em toda história do pensamento Ocidental, ora posta como um saber de essência, ora como uma saber de fato. O importante aqui é situarmos o movimento da racionalidade perante a grandiosidade do Universo.

ISBN: 978-85-52962-22-9

Nº de pág.: 84

EDITORA PHILLOS | CNPJ: 29.282.901/0001-03 
AV. SANTA MARIA,  PARQUE OESTE, 601. GOIÂNIA- GO. CEP. 74.486-450
www.editoraphillos.com.br | editoraphillos@gmail.com 
©2017 por Editora Phillos. - Todos os direitos reservados.