L I B R A S

COMO INSTRUMENTO DE INCLUSÃO POLÍTICO-SOCIAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL

PAULO WILLIAN BRUNELLI VIÇOSI

Analisando o histórico da sociedade, notou-se que, ao longo dos séculos, muitos indivíduos foram excluídos dos processos sociais por terem necessidades que os tornava diferentes da maioria das pessoas ditas “normais”. Verifica-se, nos últimos anos, uma preocupação maior do Estado em relação à inclusão de determinados indivíduos que, de alguma forma, se diferem dos demais. Os segmentos, conhecidos como minoritários representam grupos de indivíduos marginalizados pela coletividade. Assim sendo, a fim de acabar com a exclusão, o Estado passou a promover políticas públicas, com a intenção de propor de fato, a inclusão político-social. Tal situação é identificada em várias ações apoiadas pelo Estado, precariamente, tais como: Institutos Braile, Institutos para surdos, EJA – Educação de Jovens e Adultos, dentre outras. A preocupação do Estado aos poucos pode ser visualizada, ao incentivar a formação de profissionais para atuar nas atividades voltadas para o ato de incluir, atendendo as especificidades próprias.

EDITORA PHILLOS | CNPJ: 29.282.901/0001-03 
AV. SANTA MARIA,  PARQUE OESTE, 601. GOIÂNIA- GO. CEP. 74.486-450
www.editoraphillos.com.br | editoraphillos@gmail.com 
©2017 por Editora Phillos. - Todos os direitos reservados.