DE FILOSOFIAS E DE FILOSOFARES:

OLHARES E PENSARES SOBRE ACHADOS E ACONTECÊNCIAS

FRANCISCO RODRIGUES DE MACEDO

GILDIMAR GUILHERME DA SILVA

JUNOT CORNÉLIO MATOS

(ORGANIZADORES)

PARA COMEÇAR...

 

Um longo dia começa seu descanso. A luz do sol já declinada traz a discreta iluminação lunar para a noite que se estende sobre todos. Um dia? O que é um dia? Fração de horas que faz de cronos seu menestrel? Experiência transeunte como o pueril aion? Poder-se-á ter do dia o domínio e da noite que lhe substitui um mapa seguro de navegação. Eita, vem o poeta e sentencia que “viver não é preciso”, não há cartografia que a garanta. Outros avisam que a gente vai “vivendo e aprendendo”.  Aprendendo, possivelmente a organizar as perguntas da vida, matutando seus possíveis sentidos, ruminando suas experiências vividas.

Uma tarefa para o filosofar: organizar as indagações que afloram do chão da existência a Filosofia e a vida. Vida é o objeto primeiro do filosofar. Vida torna-se problema; configura-se como devir em permanente reconstituir-se. As filosofias precisam ser entendidas como resultantes possíveis dos filosofares. Destarte, é necessário entender os filosofares como olhar, escutar e sentir a vida numa íntima conexão entre pensar e agir.

O ser racional chamado homem e mulher configura-se como animal inconcluso convocado a conferir sentido e direção à própria existência. Se há algumas lógicas na vida, essas devem ser construídas no movimento da próprio existir, como sentir a si na dinâmica de ser e dizer, de exteriorizar-se, de continuamente acontecer

De Filosofias e Filosofares é um projeto construído no coletivo do Núcleo UFPE do Mestrado Profissional em Filosofia. Aponta para o querer dizer sobre a vida e, particularmente, sobre a vida docente tecida no chão da escola, no cotidiano em que pessoas se relacionam, ensinam e aprendem, assenhoram-se de conhecimentos como chaves de leitura para o próprio tornar-se humano.

De Filosofias e Filosofares tenta-se olhar e pensar sobre os achados possíveis dessa mobilidade de dupla mão entre a Filosofia e a Educação, a Filosofia da Educação e a Filosofia na sala de aula. Desse modo, esse primeiro volume organiza-se em três eixos que articulam seus diferente textos, a saber: No chão da escola: caminhos trilhados, lições aprendidas que focam diferentes experiências em sala de aula, com o ensino de Filosofia. São achados que provocam, inspiram e questionam. Do texto ao contexto e deste ao pretexto. A tentativa de experimentar diálogos diversos com a Filosofia e a Educação, ou, se preferir, com a Filosofia da Educação constitui o segundo eixo do livro. O terceiro eixo concentra-se nas interfaces dialógicas entre Filosofias e Educação.

De Filosofias e Filosofares brinda seu leitor com diferentes parcerias entre docentes e estudantes do Mestrado Profissional em Filosofia. Não tem a pretensão de trazer do que quer que seja a última palavra. Intenta promover o diálogo ao tempo que socializa o esforço de produção. Trata-se de uma obra aberta e de uma iniciativa que buscará a cada ano encontrar leitores para o debate sincero e aberto sobre a Educação e a Filosofia.

Recordamos finalmente que queremos continuar cantando em tempos adversos. Nosso esperançar não se rende aos ignorantes de plantão que detêm-se nas filosofias, ousando vê-las isentas de sua dimensão política e de sua prática social. Nosso esperançar convoca homens e mulheres para a construção de Filosofias comprometidas precipuamente com os seres humanos.

Na esperança que a partilha seja profícua,

 

Recife-PE, primavera de 2019.

 

Francisco Rodrigues de Macedo

Gildimar Guilherme da Silva

Junot Cornélio Matos

LANÇAMENTO EM BREVE!

EDITORA PHILLOS | CNPJ: 29.282.901/0001-03 
AV. SANTA MARIA,  PARQUE OESTE, 601. GOIÂNIA- GO. CEP. 74.486-450
www.editoraphillos.com.br | editoraphillos@gmail.com 
©2017 por Editora Phillos. - Todos os direitos reservados.