LANÇAMENTO EM BREVE!

3D.jpg

CANTOS JUVENIS (POESIAS)

CARLOS HENRIQUE FERREIRA NUNES

O poeta deve transpor as barreiras que impedem o homem comum de adentrar ao reino das palavras para revelar a essencialidade da humanidade. As palavras devem servir para aproximar os homens num tempo histórico em que “tudo que é sólido se desmancha no ar” e assim quebrar a hegemonia do projeto capitalista que transformar tudo em mercadoria.

Isso indica que os poetas devem tomar partido, devem fazer da palavra uma esgrima para revelar o ser-precisamente-assim das coisas na forma específica da estética poética. Para isso, é necessário, como dizia Carlos Drummond de Andrade, penetrar surdamente no mundo com a particularidade que caracteriza o reino da estética poética elevando para o segundo nível da imediaticidade o mundo prosaico.

 

Artur Bispo dos Santos Neto